O martelo e o cinzel

angel-2533934_960_720

Somos construtores da nossa história. Tal Michelangelo, com martelo e cinzel, a esculpir a nossa estátua. A nossa aparência, os nossos contornos, o nosso ambiente emocional e mental. A cada dia construímos e desconstruímos uma série de coisas, pensamentos, ideias, objectivos, projectos, sonhos e decisões.

Todos os dias podemos modificar ou alcançar algo, podemos transformar-nos, transformar o nosso dia e o nosso futuro ou o nosso rumo. Nós somos uma obra em construção constante. Engane-se quem pensa que estagnamos ou paramos de crescer quando nos tornamos adultos ou quando atingimos determinado estádio. Isso era em gerações antigas. Na actualidade o mundo está em transformação e actualização constante.

A tecnologia não pára. A ciência e medicina também não. Como tal, a mente humana está em constante mudança e evolução, cada vez mais rapidamente. Como negar a evolução da espécie? Se o nosso caminho se dá em sucessivos avanços e retrocessos, mas jamais ficamos na mesma.

Assim somos nós individualmente. Um conjunto volúvel de emoções e pensamentos que dão forma ao nosso veículo físico ou forma de o conduzir. Podemos levá-lo para onde quisermos ou acreditarmos ser possível levar. Que possamos despertar para essa ideia e possibilidade: podemos esculpir, a cada dia, a vida que queremos e a pessoa que desejamos ser, transformando o que não gostamos em algo que seja melhor para nós. Se até a pedra se molda, também nós o podemos fazer.

Published by Paula Chocalhinho

Uso a Psicologia, a Hipnose e as Constelações Familiares para facilitar processos de mudança baseados na autoanálise e no autoconhecimento, indo às causas das perturbações e sintomas (aumento da consciência), promovendo o ensino de estratégias de regulação emocional (ansiedade e pânico) e trabalho com a criança interior para acolhimento das feridas e superação dos traumas. Para marcações, preencher o formulário em Contactar. Podcast Psicologia de Bolso no Spotify.

Leave a Reply

%d bloggers like this: