Como escutar a intuição

young-girl-1149701_960_720

A intuição é um barco, ou caminho, que não leva a lugar nenhum (que queiramos). Para escutar a intuição há que silenciar. Silenciar a mente e as emoções. Fazer a pergunta e escutar, esperar a resposta, quase imediata, de um sítio superior, de um nível acima de nós. Um sim, um não, uma palavra, uma sensação. A intuição não explica muito, diz só as respostas que precisamos, e não as que queremos.

Se estamos num estado de desejo, expectativa ou ideal, contaminamos o processo. Para ouvir a intuição, precisamos de estar num estado de pureza, de contemplação, de aceitação, de receptividade, de permissividade. A maior parte do tempo estamos numa postura reactiva, queremos isto ou aquilo, desta ou daquela maneira. Levamos o tempo em lutas interiores, com as expectativas e o corpo egóico de desejo. O desejo é querer que as coisas sejam de uma determinada forma, como as concebemos, projectamos ou idealizamos.

A intuição não serve para nos alimentar esse corpo de desejos, insaciável, orgulhoso e caprichoso. Quer que o sirvam, quer respostas imediatas, quer saber, quer controlar. No fundo, o corpo de desejo é a nossa necessidade de controlo das situações, da vida, daquilo que vivemos ou vamos viver. Temos uma necessidade quase desesperada de saber, de querer saber, o que o futuro nos reserva, o que vai acontecer. Daí ser tão difícil encontrar vaga em consultas divinatórias.

Então o que é a intuição? É um conhecimento subtil, superior, sempre presente, benevolente, uma voz quente de sabedoria, que se liga com o contínuo espaço-tempo, e que a tudo acede. É um caminho, um portal, uma verticalidade que nos liga a um plano superior de consciência. Há que fazer silêncio para se unir a esse fluxo universal, apartar as águas, entrar nesse registo de receptividade, sem nada querer, sem esperar nenhum resultado. Então a voz vem, a voz cristalina da intuição, que nos diz o que é, o que existe e o que está a ser ou poderá vir a ser.

Já parou para se escutar?

Published by Paula Chocalhinho

Uso a Psicologia, a Hipnose e as Constelações Familiares para facilitar processos de mudança baseados na autoanálise e no autoconhecimento, indo às causas das perturbações e sintomas (aumento da consciência), promovendo o ensino de estratégias de regulação emocional (ansiedade e pânico) e trabalho com a criança interior para acolhimento das feridas e superação dos traumas. Para marcações, preencher o formulário em Contactar. Podcast Psicologia de Bolso no Spotify.

2 thoughts on “Como escutar a intuição

Leave a Reply

%d bloggers like this: